(11) 3743-0382 

(11) 99785-8896

cancer colorretal

O câncer colorretal são as lesões tumorais malignas que ocorrem em todo intestino grosso (cólon) e sua porção final até o ânus (reto).

A importância de divulgar e conscientizar sobre o câncer colorreral é  que além de muito frequente, com mais de 40mil casos ao ano no Brasil segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), cerca de 85% dos casos são diagnosticados em fase avançada, em que as chances de tratamento e cura estão reduzidas.

Formação do Câncer Colorretal

O câncer colorretal tem início na forma de pólipos, lesões semelhantes a pequenos cogumelos, que podem ser identificadas e em sua maioria retiradas pelo exame de colonoscopia, assim evitando a transformação em câncer.

Fatores de Risco do Câncer Colorretal

Os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer colorretal são: idade acima de 50 anos, má alimentação, constipação, história familiar de câncer colorretal, presença de doença inflamatória intestinal e história de polipos familiar (doença de Lynch).

sintomas cancer reto

Sintomas do Câncer Colorretal

Os sintomas principais são oscilação intestinal (constipação ou diarréia), sensação de intestino não esvaziado, fezes com sangue ou enegrecidas, dor e inchaço abdominal, fadiga e perda de peso não explicada. Importante lembrar que esses sintomas não são exclusivos do câncer colorretal, podendo estar presentes em outras doenças do trato gastrointestinal, sendo portanto insubstituível a avaliação de um médico especialista.

colonoscopia

Exames

O principal exame para diagnóstico do câncer colorretal é a colonoscopia, que além do diagnóstico do câncer por sua visualização e realização de biópsia, é  principalmente utilizada como rastreio, para deteção de lesões precoces ou pré malignas, impedindo a transformação em câncer.

A colonoscopia é indicada a partir dos 50 anos até os 75 anos, entre 75-80 anos pode ser indicada se necessário levando em conta a expectativa de vida da pessoa, normalmente não é indicada após 85 anos. Para pessoas com história familiar de câncer colorretal, recomenda-se que inicie a realização de colonoscopia 10 anos antes do diagnóstico do familiar (se isso ocorrer antes do 50 anos). Pacientes com história de doença inflamatória intestinal ou radioterapia pélvica também devem realizar frequentemente exames de colonoscopia conforme orientação do seu médico.

Outros exames como pesquisa de sangue oculto fezes podem ser utilizados na investigação de câncer colorretal, porém só é capaz de alertar para possibilidade, não faz o diagnóstico definitivo e nem é possível realizar prevenção com retirada de lesões pré malignas.

Tratamento do do Câncer Colorretal

O tratamento é cirúrgico, podendo ou não ser complementado com quimioterapia dependendo da fase em que o câncer for diagnosticado.

Toda semana Dicas Especiais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhaatApp
Enviar via WhastApp